Seguidores

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

SABATON - THE LAST STAND (CD+DVD) (2016)



                E a máquina de guerra SABATON chega ao seu oitavo álbum de estúdio. Formada em 1999, a banda sueca vem a cada novo trabalho, fortalecendo seu nome entre os grandes do power metal, seja pela sonoridade forte e intensa que pratica, seja pela temática voltada á batalhas épicas. E neste novo CD, THE LAST STAND, que chega por aqui através da parceria Shinigami Records/Nuclear Blast, segue por este caminho, mas de certa forma, um pouco mais acessível. O que, de forma alguma, casa algum tipo de demérito ao trabalho uma vez que, as guitarras continuam poderosas, baixo e bateria cheios de peso e os vocais característicos do grupo se mantém como de costume.

                    Formada por Joakim Bróden (vocal/teclados), Thobbe Englund (guitarra/backing vocal), Chris Rörland (guitarra/backing vocal), Pär Sündstrom (baixo/backing vocal) e Hannes Van Dahl (bateria/backing vocal), a banda traz neste oitavo trabalho, 11 faixas regulares e mais duas bônus. Além disso, esse lançamento traz consigo mais um grande atrativo: um DVD com um show completo que a banda fez em Nantes, na França agora em 2016. Ou seja, imperdível! A produção e mixagem do cd ficaram por conta de Peter Tägtgren no Abyss Studio enquanto que  a masterização teve sua realização feita por Jonas Kjellgren. E como sempre, não há o que reclamar, pois tudo está no seu lugar. Ainda mais se analisarmos, os climas épicos, os corais e todos os arranjos que permeiam o trabalho do grupo. E a arte gráfica merece destaque pois casa de maneira perfeita toda a temática desenvolvida pela banda com o clima do álbum.

                   Sparta abre o trabalho de forma épica e grandiosa. Com teclados perfeitos e uma levada cadenciada, a faixa que retrata bem a atmosfera dos "300 de Sparta", mostra que os suecos sabem, como poucos, unir a musicalidade  o conceito de forma precisa. E o refrão ficou sensacional, um verdadeiro hino! Last Dying Breath é puro power metal, no melhor estilo Sabaton de fazer metal. E que belo trabalho das guitarras, pois os bons riffs encontram no solo seu complemento. Em Blood of Bannockburn temos uma veia mais tradicional em algumas passagens, tendo aqui, o destaque para o trabalho realizado pela dupla Pär Sündstrom e Hannes Van Dahl (baixo e bateria), que criam bases bem trabalhadas enquanto as guitarras se mostram mais diretas. Diary of an Unknown Soldier é uma narrativa que antecede The Lost Battalion que soa grandiosa e ao mesmo tempo,como um hino entoado por soldados que partem em direção á guerra sem esperança de retorno. E nunca é demais ressaltar o grupo sabe explorar muito bem essa temática, que parece nunca se esgotar. Rorke's Drift traz de volta o lado mais tradicional do metal praticado pelo grupo.

                  The Last Stand resgata o clima épico e orquestrado e possui belos riffs, além de possuir um andamento mais cadenciado, que acaba por enriquecer a melodia criada na estrutura da composição. E tome mais metal tradicional em Hill 3234, onde as linhas de guitarra caminham num direcionamento mais pesado, usando bases ais intensas, enquanto a cozinha mais uma vez, brilha ao explorar variações durante a execução da faixa. Shiroyama faz com que aquele lado mais acessível do grupo surja, mas sem exageros. Um refrão de fácil assimilação se encarrega de enaltecer ainda mais essa característica. Wicked Hussars volta com os andamentos "marciais" e épicos do grupo, e tem um belo trabalho de backing vocal, que é feito por todos integrantes, o que cria um clima mais denso e real sem o uso de samplers. The Last Battle e seus teclados criam uma atmosfera "quase "pop", nos remetendo aos anos 80 mas que recebem a adição de boas guitarras, o que devolve o heavy metal á faixa. Ainda temos dois bônus, que ficaram muito bons: primeiro All Guns Blazing, cover dos deuses Judas Priest, que caiu como uma luva dentro do conceito usado pleo quinteto sueco. O segundo Camouflage, cover de  Stan Ridgway, que ganhou peso extra nas guitarras.

                    O DVD que acompanha esse lançamento assim como o CD é imperdível. Excelente qualidade de som e imagem, numa performance recente do grupo. Um set que visita toda a carreira da banda e uma interação digna de nota com o público. Quem já teve a oportunidade de assistir a um show dos suecos sabe o que vai encontrar aqui. Músicos com aquele sangue "nozóio", demonstrando a todo momento a alegria em estar no palco, fazendo aquilo que gostam e uma entrega que nem sempre encontramos por aí. Ghost Division, Far From The Fame, Uprising, Wolfpack, Carolus Rex, The Art of War, To Hell and Back, Primo Victoria e Metal Crüe estão entre as 19 faixas presentes aqui, e se ficar alguma dúvida sobre a aquisição do trabalho, esse dvd acaba com ela. 

                        O SABATON mostra mais uma vez em THE LAST STAND que é hoje, um dos principais nomes do power meta europeu e mundial. Não á toa seu número de fãs vem crescendo cada vez mais. Se você gosta de heavy metal, pode confiar. Vale cada centavo investido!





             Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário