Seguidores

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

MY DYING BRIDE - FEEL THE MISERY (2015)


                      Se tem uma banda que nunca decepciona, essa banda é o MY DYING BRIDE. Não tem erro mesmo com esses britânicos e nessa altura da carreira (26 anos), a banda está numa posição de correr poucos riscos ou seja, continua fazendo aquele Doom Metal épico, carregado de melancolia até o osso. Mas quem sou eu para reclamar? Muito pelo contrário...

                      A principal mudança nesse novo álbum, FEEL THE MYSERY, é a volta de um dos seus guitarristas originais, depos de 15 anos afastado, o canhoto Calvin Robertshaw, e desde as primeiras notas saídas das guitarras, percebe-se a harmonia e o entrosamento dele com o seu antigo parceiro das 6 cordas, Andrew Craighan, e nem um pouco parece que a dupla ficou afastada por tanto tempo.

                     A categoria nas composições foi a coisa que mais me chamou a atenção na banda ao longo de sua carreira. Certamente nenhuma banda de Doom traz tanta beleza em melodias tristes e frias como o My Dying Bride e credito o mérito ao sempre correto vocalista Aaron Stainthorpe. Dê uma escutada na faixa-título e em To Shiver In A Emty Halls e perceba o que estou dizendo.

                      As faixas And My Father Left Forever e a derradeira Within A Sleeping Forest são de grande destaque nesse disco, mas fica difícil não apontar a belíssima I Almost Loved You, com seu toque gótico e guiada pelo piano de Shaun MacGovan, como a melhor música desse excelente disco. Sabe aquele som que você escuta e torna a repetir por diversas vezes? Foi esse o impacto que ela teve em mim.

                      FEEL THE MYSERY é um trabalho irresistível, mostrando que a criatividade ainda está presente por aqui, desde 1990.

                        Coisa rara de se ver, senhoras e senhores.






                    Tarcisio Chagas

Um comentário:

  1. Muito me honrou poder escrever no Rebel Rock.
    É só me chamar, que eu compareço.

    ResponderExcluir