Seguidores

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

MICHAEL SWEET - ONE SIDED WAR (2016)




                   Nunca havia me interessado o suficiente por nada feito pelo Stryper e seu líder MICHAEL SWEET, até hoje de manhã e confesso que me arrependi após escutar o excelente ONE SIDED WAR, que chega por aqui via Shinigami Records. Que disco legal de se escutar, cheio de canções energéticas e com muitas guitarras, cortesia do dono da bola, Ethan Brooks e o grande Joel Hoekstra (Whitesnake) além do destaque absoluto do álbum, o baterista Will Hunt, ex-Black Label Society e atual Evanescence. O cara simplesmente destrói, principalmente nas faixas mas rápidas, como Bizarre e Golden Age, esmerilhando nos bumbos e com levadas que elevaram o jogo por aqui.

Uma das coisas que me impressionaram em One Sided War, foi o peso das bases de guitarra, que foram totalmente feitas por Michael. Com um timbre gordo ao mesmo tempo definido, não foi nem preciso fazer aquela parede de guitarras para o troço funcionar no play, apenas uma guitarra de cada lado das caixas, fizeram um primoroso e efetivo serviço... palmas para o produtor, ops, é o Michael Sweet também!

Meus destaques são as ótimas Only you, Can't Take This Life (pesadíssima) e um dos singles do álbum, Radio, que traz uma crítica aos artistas de rock pesado que debandaram para a Country Music para conseguirem fazer mais sucesso (Bon Jovi, Steven Tyler, entre outros), com Joel Hoekstra tocando banjo e dando um solo de guitarra insano! Mr. Coverdale não erra nunca meus amigos...

Um grande álbum e ainda bem que não finalizei minha lista de melhores do ano. Estou achando que vou ter que colocar One Sided War no meu Top 10 de 2016. Graças a Deus... ops...





                  Tarcísio Chagas

Nenhum comentário:

Postar um comentário