Seguidores

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

GAMMA RAY - INSANITY AND GENIUS - ANNIVERSARY EDITION (2016)



             E a série de relançamentos especiais do GAMMA RAY chega agora a INSANITY AND GENIUS. Originalmente lançado em 1993, o álbum já havia sido relançado em 2002 com algumas faixas bônus. Mas este, que chega por aqui através da Shinigami Records, vem com um cd bônus, cheio de faixas ao vivo, versões demo, novas versões e um cover. Ou seja, mesmo pra quem é fã e já possui a versão original, essa aqui vale muito á pena. Além disso, como nos outros relançamentos dessa fantástica série, o álbum vem com um livreto cheio de fotos, informações da época e também marca a última performance em estúdio de Ralph Scheepers com banda. E nos mostra, mais uma vez, toda a genialidade do mestre Kai Hansen.

              A formação que gravou este cd era composta pelos já citados Ralph Scheepers (vocal), Kai Hansen (guitarra), além de Dirk Schlächter (guitarra), Jan Rubach (baixo) e Thomas Nack (bateria) e tem nesse álbum seu único registro. E podemos afirmar que esse é um dos principais trabalhos dos alemães. Composições fortes, voltando mais ao heavy metal que sempre norteou suas linhas de criação (leia-se Judas Priest), Hansen soube explorar ao máximo a  capacidade vocal de Scheepers que tem aqui, sua melhor performance na banda. E como em todos os outros cds desta série, o álbum foi remasterizado por Eike Freese. E também ganhou uma nova capa, que acabou dando um upgrade á já bela arte do lançamento original.

              O cd 1 contém as composições lançadas originalmente em 1993 (devidamente remasterizadas). E podemos destacar faixas como as sensacionais Tribute To The Past, um heavy metal com a cara das composições de Kai Hansen, onde o melódico e o peso andam lado a lado, mostrando que suas influências tem raízes na NWOBHM, enquanto No Return traz um refrão que poderia estar em qualquer trabalho do Helloween. Last Before The Storm volta novamente a explorar linhas mais tradicionais do estilo, e conta com um belo trabalho da dupla Kai e Dirk Schächter. The Cave Principle é uma faixa mais "diferente", algo bem corriqueiro nos trabalhos do grupo, pois traz uma linha de baixo e bateria que foge aos padrões mais típicos. Já Future Madhouse é aquele metal melódico de dois bumbos que se tornou uma marca registrada tanto do Gamma Ray, como das bandas que vieram depois. A faixa Gamma Ray, que deu origem ao nome da banda, é um cover do grupo dos anos 70 chamado Birthcontrol, e ganhou um toque totalmente "hanseniano", ficando com a cara da banda. 

                     A faixa título tem guitarras bem pesadas e uma linha mais próxima do metal tradicional, e conta com uma interpretação primorosa de Scheepers. 18 Years é ua balada cheia de melodia e intensidade. You Torn Is Over tem algo de hard rock em sua estrutura, estilo do qual Kai Hansen é fã declarado.  Heal Me é outra faixa bastante interessante, pois possui um clima mais introspectivo, mas em sua execução apresenta um pouco da "insanidade" do guitarrista, que insere passagens com backing vocals interessantes, antes de se transformar em um heavy metal de respeito! E o primeiro cd encerra com Brothers, uma faixa que navega por águas mais "turvas", adentrando numa linha de composição que Hansen adotaria em todos os próximos trabalhos do grupo.

                  O cd bônus abre com duas faixas ao vivo gravadas no Chameleon Studios em 2016. Valley of The Kings e Heaven Can Wait, que são faixas que não precisam de comentários a seu respeito. Traz também uma versão extendida para Gamma Ray, presente na versão original, além de versões demo de três faixas que contam com os vocais de Ralph Scheepers e são elas Money, Silence e Sail On. Uma nova mixagem para Space Eater e o cover de Exciter do Judas Priest. Ou seja, muito mais do que apenas faixas bônus.


               INSANITY AND GENIUS encerrou um ciclo na carreira o GAMMA RAY. E esse relançamento mais uma vez, comprova que  Kai Hansen é um dos maiores nomes do metal mundial. É até complicado pensar que alguém ainda não tenha escutado esse álbum, mas se isso aconteceu... Chegou a oportunidade perfeita para reparar essa "falha"! 


           
       




            Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário